Entrando no Jogo
Não Perca

Violência no Futebol: Como parar?

como parar a violencia do futebol

O futebol é um espetáculo popular muito bonito, que agrada pessoas de todas as idades e ambos os sexos. Porém, sua beleza é manchada pelas ondas de violência que assolam os estádios e acabam inibindo a presença dos torcedores que apenas desejam ver a partida.

E não é somente aqui no Brasil que as torcidas acabam extrapolando os limites e substituindo seu apoio ao time por vandalismo e sessões de barbárie infundada. Pelo mundo afora também vemos cenas absurdas de extrema violência entre os torcedores, mas ainda é possível mudar esse quadro.

Um bom exemplo de como a violência pode ser banida dos estádios de futebol vem da Inglaterra. Medidas foram tomadas depois dos episódios inadmissíveis provocados pelos hooligans e também a tragédia da semifinal da copa da Inglaterra em 1989, quando 96 pessoas morreram esmagadas nas grades da arquibancada.

A Inglaterra então decidiu melhorar a estrutura de seus estádios, com mais conforto para os torcedores, melhores sinalizações e ainda construiu outros novos. E junto dessas medidas preventivas também foi tomada outra para inibir a ação dos hooligans.

Os torcedores antes ficavam isolados em uma área, mas depois dessa tragédia a decisão era de que nenhum hooligan seria admitido mais nos estádios. Então, ao invés de confrontar a torcida a polícia passou a trabalhar com tecnologia e inteligência.

Além de mudar a estrutura e eliminar os espaços onde os hooligans gostavam de se amontoar, a Inglaterra passou a monitorar esses torcedores para identificá-los previamente. Isso é feito com o auxílio de câmeras e também de um oficial que estuda o comportamento dos torcedores. Aqueles potencialmente perigosos são convidados a sair do estádio.

E não termina aí. Os torcedores que são pegos brigando são banidos do futebol, por um período entre 3 e 10 anos. Nos dias em que o seu time joga, o torcedor vândalo deve ficar em uma delegacia.

Quando o jogo acontece fora do país, o torcedor deve entregar o seu passaporte com antecedência de 5 dias do jogo, como garantia de que não viajará para lá. Quando um torcedor não respeita essa regra ele é preso e responde a processo.

A Espanha e a Alemanha seguiram o exemplo da Inglaterra para também controlar a violência nos estádios. Mas o que acontece que aqui no Brasil ela continua e parece não ter um prazo para acabar?

A violência do futebol brasileiro

No Brasil o que faz com que continue existindo a violência nos estádios é a impunidade. As penas são muito brandas por aqui e nem sempre a lei se cumpre, porque mesmo crimes mais graves acabam impunes.

Os mesmos torcedores que já cometeram crimes antes voltam aos estádios e continuam a sua onda de violência. Então, a diferença entre as medidas lá fora e aqui, é que por lá os vândalos e brigões são presos, por aqui, eles continuam soltos e livres para agirem como quiserem.

Para acabar com a violência nos estádios de futebol no Brasil o ideal é que sejam revistas as penas e se faça cumprir as leis. Assim os torcedores começarão a sentir o cerco se fechar, percebendo que causar tumultos e brigas é uma perda para eles.

Além disso, o reforço na segurança dos estádios também é essencial, bem como continuar as campanhas de educação. Dessa maneira será possível acabar com a violência aqui no Brasil também para que nosso futebol seja um espetáculo cada dia mais bonito.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *