Entrando no Jogo
Não Perca

Medicamento para Atletas e seus cuidados

medicamento-e-atletas-cuidados-especiais2

A respeito do uso de medicamentos por atletas e esportistas, geralmente o tema que se aborda é sobre o doping. Porém, essa não é a única questão relevante, porque outros perigos também rodam o uso de remédios.

Substâncias que deveriam fazer bem para o organismo na verdade podem trazer problemas sérios para o atleta, se ele não estiver consciente da forma como vem utilizando certas substâncias.

Os anti-inflamatórios e analgésicos são duas classes de medicamentos que podem trazer efeitos colaterais significativos, e por isso vamos falar sobre eles no artigo de hoje e sua relação com a saúde do atleta.

Os perigos do uso indiscriminado de anti-inflamatórios e analgésicos

A prática intensa de atividades físicas pode gerar dores e incômodos nos atletas, incluindo lesões. Por isso, uma de suas alternativas para aliviar esses sintomas é fazer uso de analgésicos e de anti-inflamatórios.

Isso seria tanto para tratar um sintoma como também para prevenir algum problema. Ou seja, há atletas que usam o remédio sem nem mesmo precisar dele. E em ambas situações isso pode ser muito perigoso.

Esses dois tipos de medicamentos podem camuflar um problema maior. Ou seja, se uma lesão estiver começando eles vão disfarçar esse problema, que somente vai se manifestar mais tarde, quando já estiver agravado.

Além disso, todo medicamento gera efeitos colaterais, e no caso desses dois, pode haver comprometimento das funções renais, e ainda trazer complicações cardíacas. O que mostra porque é importante consultar um médico especialista e não se automedicar.

É preciso ter o suporte de um especialista

Os atletas profissionais geralmente possuem um preparador físico e ainda são acompanhados por uma equipe médica, que os aconselha sobre como cuidar da saúde. Porém, os atletas de provas populares, também os amadores e praticantes de atividades físicas podem não manter um controle tão rigoroso.

Na crença de que basta tomar um desses medicamentos para se proteger contra problemas, eles acabam prejudicando o organismo de outras maneiras. E o problema não está somente no consumo desses remédios citados, como também aqueles que fazem o controle de doenças sistêmicas, como a hipertensão e o diabetes.

É essencial que os atletas passem por consultas médicas e peçam ao profissional seu aconselhamento sobre a prática de atividades físicas em conjunto com um tratamento que esteja realizando. Isso vai evitar que os efeitos colaterais de algumas substâncias causem problemas como:

  • desidratação;

    medicamento-e-atletas-cuidados-especiais2

    medicamento-e-atletas-cuidados-especiais2

  • perda da força muscular;
  • inchaços corporais;
  • desconfortos gástricos;
  • perda de equilíbrio, entre outros.

Toda pessoa que pretende praticar algum esporte ou mesmo fazer academia precisa antes se consular com um médico. Assim ele poderá indicar os melhores remédios para quem é atleta e a forma correta de uso.

E sempre que houver suspeita de alguma lesão, o ideal é também consultar o especialista, ao invés de medicar-se, para que ele possa avaliar se o impacto não foi mais grave do que se acredita.

O doping é um caso sério, mas a saúde dos atletas está em jogo também na questão do uso de medicamentos. Por isso, tenha muito cuidado, seja você profissional ou não.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *