Entrando no Jogo
Não Perca

Descubra quais são as lesões no basquete mais comuns

lesoes-no-basquete

O basquete é um esporte em que o atleta precisa realizar movimentos muitos variados e esforços diferentes. E assim como as demais modalidades ele também oferece o risco de lesões, mas justamente em razão dos movimentos realizados essas lesões e também variam bastante.

As lesões no basquete podem afetar várias partes do corpo, como o tornozelo, a lombar e o joelho. E elas acontecem em função da postura, do esforço repetitivo, do choque com outro jogador e ainda de uma aterrissagem.

Neste artigo você vai conhecer as lesões no basquete que são mais comuns e porque elas acontecem. Continue lendo e confira.

Nos tornozelos

Das lesões no basquete a entorse de tornozelo é a mais comum. Geralmente ela acontece porque o jogador realizou uma má queda ou então porque pisou em desnível, muitas vezes no pé de outro jogador. A estabilização do tornozelo com o fortalecimento da musculatura é mais eficaz para prevenir essa lesão do que o uso de calçados com cano alto.

Nos joelhos

No caso dos joelhos as lesões no basquete que são mais comuns são a condromalácia e a tendinopatia. Mas nesse caso não se trata de um problema agudo, ou seja, que acontece e se cura. Elas são patologias em decorrência do esforço repetitivo, quando movimentos são realizados de forma inadequada. Aterrissar com os joelhos virados para dentro, por exemplo, pode ocasionar esse problema.

Na coluna

No caos da coluna o jogador de basquete pode de desenvolver problemas como a hérnia de disco e a lombalgia. Elas são mais comuns para essa parte do corpo e acontecem porque o atleta precisa rotacionar o corpo com frequência e também realizar flexão durante a partida. As lesões de coluna no basquete são mais recorrentes do que na natação e no futebol.

Tratamento e prevenção de lesões no basquete

Para tarar e prevenir as lesões no basquete é preciso que sejam considerados vários fatores que as implicam, como a força muscular, os movimentos, a biomecânica e o volume de treinos. Isso permite tomar medidas preventivas mais eficazes e realizar o tratamento ideal.

Porém, é possível apresentar as lesões no basquete com algumas medidas, como:

  1. Preparação física com ênfase no condicionamento físico.
  2. Foco de treino nos membros inferiores e glúteos.
  3. Exercícios preventivos e fortalecimento muscular.
  4. Pausas programadas durante o treino para hidratação.
  5. Rodízio de jogadores.
  6. Ajuste de calendário.
  7. Uso de tênis adequado e proteções.
  8. Boa qualidade das quadras.

Além de tudo isso, o jogador deve ter foco em seguir técnicas para que seu rendimento possa ser melhor, sem prejuízos para seu corpo, assim poderá evitar lesões no basquete e continuar a praticar o esporte por muito tempo com aproveitamento total de seu potencial.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *